Total de visualizações de página

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

DOUTOR CALÇAS ESTÁ SEM CALÇAS














                                                        O doutor Manoel de Queiroz Pereira Calças, desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo,  está sem calças, por esta razão ele defende o auxilio-moradia para os juízes. Este mínimo, segundo ele, auxílio serve para os juízes comparem algumas calças, já que as cagam sempre quando assinam uma sentença ditada  pelos  donos do poder. 

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

ZECA CAMARGO VÍTIMA DA DITADURA DO JUDICIÁRIO?















                                 

                                                 Não gosto do Zeca Camargo e nem mesmo o conheço, mas isto não lhe tira o direito à ter direitos, nem me impede de defendê-lo, se injustiçado, porque defendendo-o estou defendendo a todos os injustiçados do Brasil.
                                     Não é que a justiça agora quer estabelecer o que devemos falar em público e a hora em que se há de falar?
                                      Sim. Leiam o que disse a juíza na  Rozana Fernandes Camapum na condenação do jornalista:
                                     "O momento foi extremamente inadequado, já não respeitou o luto da família e empresário e lida quatro dias após o falecimento, o que provocou uma dor maior e humilhação pública da família pelo desprestígio que impôs a pessoa do falecido cantor, principalmente quando perguntou "mas Cristiano Araújo"?  para o fim deixar claro que ele não era merecedor  da comoção  nacional e de grandes funerais públicos".
                                    Com isto a meritíssima quer dizer que o Zeca Camargo teria um tempo em que poderia desbancar o Cristiano Araujo como bem quisesse e entendesse?
                                    Que momento seria este, se não pode quatro dias depois? Poderia ser no quinto dia?
                              Você apoia isto? Não tem medo de ser o próximo?
                                                           

sábado, 20 de janeiro de 2018

PALMAS PARA O MINISTRO HUMBERTO MARTINS












                       

                                              O Brasil pegou o vírus do moralismo burguês. Tanto a direita como a esquerda  está contaminada. Pois não querem proibir a deputada Cristiane Brasil de tomar posse no Ministério do Trabalho? Onde está na lei que um débito trabalhista impeça um cidadão de exercer suas atividades civis? Ou até mesmo ser ministro? 
                                   Mas há sempre alguém sensato e destemido  no meio de uma turba de imbecis. O Ministro Humberto Martins do STJ mostrou isto. 
                                     Ora, se não há  lei que impeça alguém de assumir um cargo público em razão de uma condenação trabalhista, impedir alguém de assumir o  Ministério do  Trabalho em razão de dívidas trabalhistas é impor um plus à condenação que não é previsto em lei. Embora a lei exija retidão de conduta para assumir cargos públicos - seja, não tenha condenação criminal, nem por improbidade administrativa - não se pode, equiparar  condenação trabalhista, como disse o Ministro Humberto Martins, à "aplicação de uma sanção criminal ou por improbidade administrativa, já que não há qualquer previsão normativa de incompatibilidade de exercício de cargo ou função pública em decorrência de uma condenação trabalhista".
                                      Quer dizer proibir que a deputada seja ministra seria o mesmo que acrescentar à condenação trabalhista outra condenação que a lei não prevê.
                                              Será que nós queremos mesmo que a moral burguesa suplante o direito?
                                              Será que nós que queremos mesmo que estes senhores - os juízes -  que não nos dá bom dia, e nunca teve nosso voto, tomem conta do país e legislem em lugar dos parlamentares que nós elegemos?
                                   Será que nós queremos mesmo que a deputada seja impedida de assumir o ministério,  legitimando a decisão política e errada da justiça que impediu Lula de ser ministro?     

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

LOURO COBRA E NEYMAR




                                           

                                      Não parece o Neymar? Coitado, não teve a mesma sorte dele! Que realidade o mundo esconde?  Quanto mais esconde, mais aumenta o crime. A ostentação da classe média e da elite é um, não o único, dos fatores de aumenta de criminalidade nas periferias. Vamos continuar assim? Vamos encher o saco de uns poucos  e deixar que a maioria se mate por um prato de comida? Quantos Louros Cobra contribuem para encher o saco dos Neymares? Mundo louco e desumano será preciso que te sacudam de novo para tornares à realidade? Ah mil bombas não te acordam deste deste sono letárgico e inebriante dominado por sonhos de orgia e risos. 

domingo, 14 de janeiro de 2018

ASSÉDIO E ASSÉDIO












                                                   Está na moda falar de assédio. Só não está  na moda falar do assédio que elas fazem contra eles. Ou querem me dizer que isto não existe? Estamos todos cegos? Ou é pura hipocrisia? Ninguém está aqui para defender o assédio. Qualquer assédio é imoral e abjecto. Um dos princípios basilares do direito é que ninguém pode se beneficiar de sua própria torpeza para incriminar outrem. Se alguém foi assediado por que não denunciou de imediato? Beneficiou-se do assédio e só anos depois vem denunciar?  
                                     Mas por que combater tanto o assediador, abusador  e não o assédio ou abuso em si? Pela a simples razão de  que o assédio ou abuso está incrustado na nossa cultura e não é uma questão de moral ou ética, mas uma questão de poder. Não há assédio ou abuso do mais fraco contra o mais forte. Qualquer forma de poder pode levar ao assédio e ao abuso. Combata-se o poder e teremos menos assédios e menos abusos. Talvez não cheguemos ao equilíbrio, mas vale a pena. Então? Por quê o assediado ou abusado não denunciou o assédio ou abuso no momento em que ele estava se fazendo? Simplesmente porque, em sua maioria dos casos, estava havendo uma luta pelo poder. Também o assediado ou abusado estava lutando pelo poder. Mas quem quer realmente combater o poder, se toda a sociedade é formada nesta ânsia de poder? A bíblia está cheia de assédios e abusos. Alguém se lavanta contra ela? 

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

SOCIEDADE DE CONSUMO












             

                                                     A sociedade de consumo consome as pessoas e depois as descome.

ANO NOVO













                 


                                                  Quantas pessoas, no mundo, estavam com fome, no exato momento em que pipocavam os fogos de Ano Novo?