Total de visualizações de página

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

JAIR BOLSONARO E SEU AMOR SECRETO


Na história da humanidade um fato tem se repetido. É que todo moralista, tem um defeito. Geralmente o que mais combate. Jair Bolsonaro tem um amor secreto por travecos, o que não há nenhum, desdouro. Eu já o vi com um traveco, pena que não tenha podido fotografá-lo, porque meu celular estava descarregado.

sábado, 15 de novembro de 2014

Documentário - A Cocaína de Aécio Neves - PARTE02




Documentário - A Cocaína de Aécio Neves - PARTE02



https://www.youtube.com/watch?v=QLYtg5ZBL7E


SOBRE ARTIGO DE SAKAMOTO: COMBATE À CORRUPÇÃO


Admiro muito a  coragem de Leonardo Sakamoto em dizer certas coisas. No artigo Empreiteiras: O combate à  corrupção deveria ser apenas o começo saído em 15/11/2014 no seu Blogue. Ele faz uma análise superficial do problema da corrupção, como aliás, é feita em todas as mídias, sem atacar profundamente nossos problemas, ninguém sabe porque, deixando-se de falar de coisas que poderiam ser postas a reflexão. Alguém já parou para se perguntar como são feitas estas investigações? Em principio os atos judiciais e policiais são, por lei, públicos, justamente para que possam ser vistos e analisados por todos. O sigilo é exceção e só em casos especiais é que a lei o prevê. Ora, sabemos que o ser humano é parcial por natureza, logo, como confiar numa investigação feitas a sete chaves pela policia federal sabidamente partidária?  Quem vai me dizer que as investigações não são dirigidas para atingir determinado fim, atingir determinadas pessoas com o favorecimento de outras pessoas também envolvidas no caso. Por outro lado, atribui-se à policia e à policia federal em particular, a qualidade de semideuses. Quem vai me assegurar que o policial que está investigando também não faz parte do esquema? Ou somos ingênuos suficientes para acreditar que a policia, seja ela qual for, é composta de anjinhos? Quem, portanto, vai investigar a policia? São questões como estas que se deve colocar para reflexão. Um jornalismo verdadeiro é feito de interrogações e não de afirmações.

sábado, 8 de novembro de 2014

Demãoemão Deus Carmo: UM JUIZ SEM JUÍZO E SEM MORAL

Demãoemão Deus Carmo: UM JUIZ SEM JUÍZO E SEM MORAL: Desde quando iniciei meus primeiros estudos de direito, lá nos idos de 1964, ainda no verdor da juventude, que percebi a anomalia, aberr...

UM JUIZ SEM JUÍZO E SEM MORAL



Desde quando iniciei meus primeiros estudos de direito, lá nos idos de 1964, ainda no verdor da juventude, que percebi a anomalia, aberração, a obsolescência desta instituição chamada magistratura.

O poder judiciário brasileiro, entre os três poderes república é o mais refratário às mudanças, o menos transparente, o menos democrático e por isso mesmo o mais propício à corrupção, ao abuso de poder e à ineficiência.

Em razão desta estrutura antiquada e medieval o poder judiciário é um poder, hoje, totalmente maléfico às instituições democráticas merecendo da sociedade uma reflexão séria e profunda para se efetuar as mudanças necessárias a um estado democrático de direito.

Sem querer justificar a atitude animalesca do juiz João Carlos de Souza Correa, 52, do 18º Juizado Especial Criminal do Rio de Janeiro, frente à autoridade de trânsito Luciana Silva Tamburini, somos forçados a afirmar que sua atitude é decorrente da estrutura obsoleta da magistratura brasileira que dá a um homem só, pelo resto da vida,  poderes quase divinos que eles se acham, como os faraós, realmente deuses. E o pior confundem sua vida privada com a vida pública. Será que este juizinho não sabe que naquele momento a única autoridade era a agente de trânsito e que ele não passa de um simples cidadão, um simples mortal.

Ele ali, não era um juiz, mas um cidadão comum, de forma que se a agente de trânsito, por acaso dissesse que ele não era deus, não estava faltando com respeito à autoridade, e portanto, não desrespeito à autoridade, porque autoridade ali ele, juiz, não era.

Andou bem a agente de trânsito no cumprimento de seu dever e o desembargador que a condenou a indenizar o juiz cometeu, por esprit de corps, o famoso corporativismo, mais uma das aberrações entre milhares que se vê no dia a dia da magistratura brasileira.

Somos da opinião este juizinho arbitrário, demente e desrespeitoso com o povo brasileiro seja julgado pelo CNJ, obviamente, com seu direito de defesa garantido, mas que seja apenado de acordo com a lei, por não é possível que paguemos autoridades para nos desrespeitar e nos espezinhar.

É preciso conscientizar as pessoas para deixarem de ter medo destas pessoas arbitrárias que usam da autoridade que lhes dá a lei ofender as próprias que deveriam ser os guardiões e fazer saber que as leis foram feitas para todos e que ninguém está acima delas.

Cabe sim a agente de trânsito Luciana Silva Tamburini uma ação de Indenização para reparar os danos morais sofridos. Esta ação, no meu entender pode até ser dirigida contra o Estado do Rio de Janeiro porque, embora não estivesse o juiz no momento em sua função judicante, foi se arrogando um poder judicante que ele cometeu o ato ilícito, foi sob o argumento de desrespeito a autoridade, repita-se, autoridade que não tinha no momento, que ela Luciana sofreu a condenação. 

Mais do que fazer vaquinha para pagamento da condenação - que ainda não transitou em julgado - é necessário que a sociedade brasileira se una no combate ao abuso destas autoridades, que longe da autoridade de que foram investidas, se arrogam o direito de agir como se autoridades fossem. 




segunda-feira, 3 de novembro de 2014

GILMAR O MAFIOSO DO PSDB NO STF


GILMAR MENDES PORTA-VOZ DO PSDB NO STF




Este ladrão aí, grileiro de terras no Mato Grosso, onde mantém trabalhadores em regime assemelhado ao de escravo tem 58 anos. Está sempre a fazer declarações políticas quando na sua condição de magistrado não poderia fazê-lo. A lei o proíbe e a própria LOMN lei da magistratura da nacional em seu artigo 36, Inc.III tem como motivo de suspeição do juiz a declaração em meios de comunicação de opiniões sobre processos em andamento. Ora, por esta razão mesmo, o magistrado é proibido de fazer declarações politicas sobre qualquer tema, mormente quando se trata do STF para onde convergem todas as questões de ordem político-constitucionais para serem julgadas em ultima instância. Ao fazer declarações politicas este arremedo de magistrado, dublê de grileiro e serviciador de trabalhadores rurais, fica automaticamente impedido de julgar os feitos que lhe caiam às mãos, mas não é isto o que acontece.   Com a maior cara de pau eles julgam o processo, mesmo que por lei estejam impedidos. Aliás, foi isto o que aconteceu com seu colega de capa preta, que apesar de fazer dezenas de declarações de ordem política para a mídia sobre o chamado processo do mensalão, continuo descaradamente a a julgá-lo, cagando sobre sobre as leis do país e a própria lei que os rege, a LOMN, e claro cagando sobre todo o povo brasileiro.  A aposentadoria compulsória é aos 70 anos e eles que elevar para 75. Será que nós teremos de suportar este GILMAR PSDB  por mais 17 anos? Que quiser saber o que é este mafioso é só ouvir o que diz o outro mafioso que fez parte do STF. Quando os mafiosos se desentendem saem pérolas como esta.

Demãoemão Deus Carmo: LUIZ FELIPE IMPONDERÁVEL

Demãoemão Deus Carmo: LUIZ FELIPE IMPONDERÁVEL: O Luiz Felipe continua arrotando gases pela boca. E o pior que ele se acha. Desta vez ele prega ao secessão contra o diálogo. P...

LUIZ FELIPE IMPONDERÁVEL




O Luiz Felipe continua arrotando gases pela boca. E o pior que ele se acha. Desta vez ele prega ao secessão contra o diálogo. Precisa dizer mais. É um nazista de carteirinha. Veja sua careca de Skin head. Com certeza é um dos que saem à calada da noite para ajudar botar fogo em mendigo, em favelas e tudo que diga respeito ao nordeste. 

Sua sanha é tão grande que prega até a institucionalização do ódio e e da violência nas escolas. Há alguma coisa errada neste cara. É bom que se investigue e o proteja dos coitados que ele persegue, pois quem semeia vento só pode colher tempestade.

sábado, 1 de novembro de 2014

A ELITE, O POVO E A DEMOCRACIA.


Gritando vivas à PM a elite massacre do povo. Isto é democracia, pois se vivessem na ditadura que alardeiam não poderiam nem se reunir para isto. Isto é democracia. O direito até de pedir que se instale uma ditadura. O direito de pedir a intervenção militar, o direito de dizer que intervenção militar não é golpe de estado. Enfim o direito de dizer que pedra é água e água é pedra. o direito de pedir  até a própria morte.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

PROCURA-SE O PORCO MAINARDI.



Procura-se o chiqueiro de um porco chamado diogo mainardi. Quem o encontrar fineza dar o endereço. Será bem gratificado.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

DIREITA TENTA NOVO GOLPE DE ESTADO.



Depois do mensalão,  que foi um golpe de estado abortado, a direita orientada pelos Estados Unidos e comandada pelo PIG/DEM/PSDB tenta novo golpe de estado que no caso da Petrobrás e o doleiro Youssef.

Só que agora os tempos mudaram, não vai ser fácil. O povo está de olho e em caso de golpe os primeiros a sofrerem a represália do povo serão os jornalistas, que se venderam e difundem a ideia, os chefes políticos locais mais acessíveis, os pastores das igrejas fundamentalistas nitidamente pro-americanas e os juízes corruptos que sustentam esta laia golpista.

Não se quer isto e nem vai acontecer porque o povo não deixa, mas se infelizmente acontecer não haverá outro caminho, não pensem os golpistas que o povo vai enfrentar a policia e o exército, o tempo da burrice acabou.

Agora com a internet que permite a divulgação dos passos destes golpistas será muito fácil derrubá-los, saibam que tudo será feito antes para evitar violências, menos retroceder.

A direita nunca aceitou a regra do jogo quando estava  perdendo, porque governou por  502 anos com a esmola em u´a e o chicote na outra.

Quem está acostumado a apanhar, quem já viu a morte e a fome, não tem medo de cadeia, nem se caga ante o bicho-homem.

LUIZ FELIPE PONDÉ E OS MÉDICOS.



Quem é este tal de Luiz Felipe Pondé? Por acaso, sabe ele, mesmo do sofrimento do povo brasileiro para tratamento da própria saúde? Por acaso, sabe ele que mais de 60% dos políticos brasileiros em todos os tempos são médicos? Por acaso, sabe ele que o PT só tem 12 anos no governo?   Por acaso, sabe ele que as mazelas que aponta na saúde brasileira é fruto de 502 de desgoverno dos senhores de escravos, senhores de engenho, senhores da mineração hoje representados pelos partidos de direita DEM/PSDB e acólitos? Por acaso, sabe ele que a até uma gaze escondida nas gavetas dos hospitais do interior, são reservadas para os eleitores dos prefeitos, quase sempre um médico que deixou a medicina para se tornar político? Por acaso sabe ele que a maioria das faculdades de medicinas são públicas e portanto o médico é aí formado com o dinheiro público? Por acaso sabe ele que os hospitais construídos com o dinheiro público são entregues à médicos e empresas médicas para gerir seu funcionamento de acordo com os interesses dos chefes políticos em sua maioria médicos? Por acaso sabe ele o conceito de fascismo e comunismo para chamar o pessoal do PT de fascista e comunista? Se diz filósofo? Por acaso sabe ele que o nazismo e o fascismo só foram derrubados depois da batalha travada com os comunistas da antiga União Soviética da qual fazia parte a Rússia? Se não sabe é porque  deve ter estudado filosofia com muita economia pois comunismo e fascismo são conceitos totalmente opostos, de forma que ninguém pode ser, ao mesmo tempo, fascista e comunista. Se é ignorante, merece ser perdoado por não saber, mas não por dizer o que não sabe; Se ele sabe, então não merecer perdão algum porque é um mentiroso, que usa de métodos fascistas, agora sim, para infundir na população uma inverdade como se verdade fosse.

O Senhor Pondé, que parece não ponderar o que diz, quer transforar os médicos em vítimas em bodes expiatórios do PT que  segundo ele, e aí vai mais uma mentira, uma empulhação,  age como os nazistas  em relação aos judeus.

Não se sabe de quem o senhor Pondé ganha para dizer estas asneiras, mas o certo é que está ganhando algum dinheiro, porque ninguém abre sua boca para falar tanta merda, senão for por dinheiro ou por ignorância. Ignorância já sabemos que ele é um pouco, pois não aproveitou como devia o tempo passado nos bancos escolares, como privilegiado que é num país dominado por uma elite que lança seus tentáculos em cada dos setores chaves deste país, num país dominado por um PSDB/DEM  que usa da saúde do povo como moeda de troca para votos. Ou o filosofinho não sabe que na época das eleições todos os políticos formados em medicina viram médicos de novo  e saem  por aí afora neste Brasil continental a distribuir receitas, amostras grátis, cirurgias para não engravidar, vasectomias e tudo o mais para ganhar o voto?  Ou não sabe o senhor filósofo que estas cirurgias tem outros interesses, justamente o tal do fascismo que ele supostamente combate, qual seja o de "melhorar a raça" com parando o crescimento natural  dos mais pobres, dos negros, dos mulatos e de todos os excluídos que representam uma ameaça a esta elite branca discriminadora e racista?


A CLASSE A E A ADULTERAÇÃO DO LEITE;



São os ricos dos quais fala Sergio Malbergier, eleitores de Áécio, que foram para Faria Lima dar gritinhos de apoio ao traficheirador, à PM que eles pagam para matar pobres que fazem a alteração do leite. O mensalão diante da roubalheira destes classe A é fichinha. Mas a policia que por ela é paga, a justiça que ela sustenta, a mídia compostas de escravos de caneta, celular e notebooks,  e o próprio Ministério Público composto de mauricinhos e patricinhas não temo menor interesses em denunciar, apurar, e condenar esta classe A cheirosa. Prefere triturar os representantes do povo marrom, descendentes de escravos como sempre fez nas senzalas, nos canaviais e nas minas.

RODRIGO CONSTANTINO



Existe um tal de Rodrigo Constantino que parece não ser tão constante como o nome diz. Faz-me lembrar o soldado romano que ao se alistar na armada se declarar não constante, não tão fanático. Condenar com a veemência que fez, o ator Herson Capri por sua opção por Dilma, não parece a atitude de um jornalista digno deste nome. Afinal de contas, está ou não exercendo uma profissão que deveria, no mínimo respeitar as divergências, que deveria repeitar o direito de escolha de cada um?  A insatisfação do jornalistazinho não condiz com sua afirmada posição de democrata.  Ou, então democracia para ele só vale quando é para concordar com suas ideias, votar no seu candidato. Pois eu digo  que jornalista como ele se tivesse numa lata de lixo estaria em lugar muito melhor pois iria servir de adubo para tantas plantas à míngua de um solo fértil, tão devastada está terra por quem governou este Brasil por 502 anos e dela só tirar a seiva, sem devolver-lhe os restos para sua realimentação. 

terça-feira, 7 de outubro de 2014

DO HOLOCAUSTO




Acho que o importante não é fazer uma afirmação do holocausto, o mais importante é mostrar o holocausto e fazer um paralelo com o sofrimento humano, que existiu e continua existindo depois do holocausto que nem historiadores, nem sociólogos, nem ninguém dá mínima atenção deixando que este holocausto continue às nossas vistas e ao vivo sem que façamos absolutamente nada. Falo do holocausto do povo africano, que apesar da África distar da Europa menos de 15 quilômetros, foi esquecida por centenas de séculos e quando lembrada foi para extrair dela toda sua riqueza e o que é pior escravizar seus filhos, levando-os para todas as Américas, deixando quando da descolonização um rastro de miséria, fome e doenças como o ebola atual. Este holocausto do povo africano não merece uma só palavra dos "estudiosos"  dos "historiadores" dos analistas atuais.  Com isto não quero desmerecer o trabalho do professor Ricardo, mas apenas fazer um alerta. Se não dermos um basta na exploração da África, seremos engolidos pela própria miséria que a assola. Lembrem-se foi destruindo os índios das Américas que ele nos deram um legado maldito, uma herança que nos levou a doenças das quais eles não tinham nem sonhavam em tê-las. Falo do vício do cigarro que a eles não fazia mal pois entre eles seu uso era apenas ritual, de carácter extremamente sagrado, servindo para selar a paz e comemorar uma vitória ou outro qualquer acontecimento digno de comemoração na tribo. Se os historiadores ficarem se preocupando com um passado, apenas por modismo, e não estudarem o passado para apontar o caminho do futuro não estarão contribuindo em nada, porque o passado só tem importância se realmente mostrar servir de leme para o  futuro. Por isto o historiador que se preza não deve se deixar levar por esta ou aquela doutrina,  seja de direita, seja de  esquerda ( e eu sou de esquerda), mas pura e simplesmente mostrar a verdade, e certamente a verdade não estará de um lado só.

ROMÁRIO E AS FAVELAS



Não estou tão convicto de sua real honestidade. Tenho muito respeito por pessoas que saíram do nada como ele, a Marina e outros. Mas sair do nada e passar a apoiar os descendentes de senhores de escravos que mandaram neste Brasil por 502 anos mantendo as favelas de onde ele nasceu é ser muito muito burro, é trair a própria classe de onde saiu.  Portanto, senhor  Romário minha admiração e meus pêsames por ter dado as costas ao povo de onde você veio. Quem se vira para a direita, dá as costas ao povo.

TRAÍRA ROBERTO FREIRE SE VOLTA PARA DIREITA.




Este viado que se dizia comunista agora apoia o Aécio. É pernambucano e discriminado pela turma do Aécio como qualquer outro cortador de cana. O que ele merece é cana no rabo. Não se compreende que alguém que se dizia comunista se volte à direita tão descaradamente. Isto só vem comprovar que ele nunca foi esquerda, ele poderia estar na esquerda por pura conveniência, nunca sere de esquerda. 

terça-feira, 30 de setembro de 2014

FERNANDO RODRIGUES E SUA "DEMOCRACIA"



O jornalista Fernando Rodrigues fez em seu blogue umas declarações não se sabe qual a intenção, mas que não se pode levar à serio a menos que queiramos instalar no país um ditadura.

Quero de inicio dizer que não defendo o Sr.  Levy de cuja opinião divirjo inteiramente. Primeiro quero dizer que o Sr. Levy como qualquer outro cidadão tem o direito de livre expressão do pensamento, garantido por nossa constituição, Em segundo lugar, os partidos políticos são a expressão das diversas correntes politicas e também são garantidos por nossa Constituição. Uma "emenda constitucional que acabasse com o democratismo" e impusesse condições para seu funcionamento e tivesse acesso aos meios de comunicação para divulgação seu programa,  já seria em si inconstitucional,  antidemocrática, ditatorial. Seria um  entrave à criação e ao crescimento de novos partidos, privilegiando os que já  nasceram grandes.  Seria uma democracia de mentira como existe nos Estados Unidos onde existem inúmeros partidos, só por existir, mas que a legislação os proíbe de se desenvolverem.

Existem nos Estados Unidos inúmeros partidos, cerca de 150, mas somente os dois maiores funcionam realmente, porque as "democracia" americana foi feita de maneira a não permitir que outros partidos cresçam e alguns casos seus líderes são perseguidos pelo governo americano, como é o caso do partido comunista, que teve um presidente que passou mais tempo na cadeia do que fora. Não comungo nem um pouco com as ideias do Sr. Levy mas elas representam a opinião de uma parcela da população que tem direito de ser ouvida. Se permitirmos que somente uma determinada parcela da população tenha a palavra estamos fazendo uma ditadura às avessas,  e é isto que não se admite numa democracia. Gostaria de saber  do articulista,  com todo respeito, se ele realmente acredita existir partido sem ideologia. Se existir faculdades ensinando  não ser um partido uma ideologia deve ter sua licença caçada porque pode  estar  ensinando tudo, menos ciência.

 A matéria está no sitio abaixo:
http://fernandorodrigues.blogosfera.uol.com.br/2014/09/29/dilma-marina-e-aecio-sao-corresponsaveis-por-despauterios-de-levy-fidelix/


quinta-feira, 25 de setembro de 2014

O EX-MENUDO ROY ROSSELÓ E PROSTITUIÇÃO



Homens burros e mulheres rameiras.Direitos iguais deveres iguais. A lei é clara. Os alimentos devem ser arbitrados de acordo com as necessidades do alimentando e as possibilidades do alimentante. Não se pode transformar a lei em instrumento para incentivo à prostitução

terça-feira, 23 de setembro de 2014

PEDOFILIA



Agora está na moda acusar as pessoas de pedofilia. Os caras dão o cu por prostituição para conseguir benesses e depois vem com esta história. Agora quem quiser arrasar alguém basta acusá-lo de pedofilia. Isto é mais uma masturbação universal. Muita gente está gozando com o pau dos outros.

Demãoemão Deus Carmo: TERRORISMO DE ESTADO

Demãoemão Deus Carmo: TERRORISMO DE ESTADO: É difícil para quem só leu a cartilha da escola compreender que existe uma instituição chamada Estado que é composta por menos de 20% da ...

TERRORISMO DE ESTADO


É difícil para quem só leu a cartilha da escola compreender que existe uma instituição chamada Estado que é composta por menos de 20% da população mundial, ou seja de cada Estado, e que o Estado é, por natureza, terrorista e só se mantém com a força, por isto precisa de exercito, de bombas etc; Que estes 20% (há Estado que a proporção é muito menor),  mantém com a força e o terror o restante da população,  80% o total controle sem lhes dar qualquer possibilidade de ascensão social  ou econômica, originando-se daí os grupos de pressão que usam das mesmas armas do Estado para tentar derrubar o grupo dominante. Não há nenhuma novidade nisto. Foi assim. Quem quiser se certificar é só estudar a história. A própria bíblia mostra a luta de alguns povos para sobreviver, tendo alguns sido completamente destruídos. Demonizar o EI visa tão só mistificar o problema, e justificar matanças de parte a parte, sabendo-se que nesta lógica sempre quem está com a razão é o grupo dominante. Esta união, portanto, do ocidente para acabar com o EI é mais uma manobra dos grupos que mantém o poder em cada estado para justificar a violência ínsita em qualquer esquema de poder, o terrorismo de Estado vigente sempre e cada vez maior no mundo atual.

Se o terrorismo de Estado acabasse com  os levantes sociais, a revoluções populares ou qualquer outra manifestação popular, elas já teriam acabado há seculos, pois há séculos elas existem, Assim como o terrorismo de Estado. Pois se fosse assim já teriam acabado com inúmeros grupos insurgentes na atualidade, que a despeito de se matar um líder, como no caso de Bin Laden, elas ressurgem com mais força e violência. É ler a história. Mata-se o homem, porém, não seus sonhos.

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

CENSURA NA GLOBO.


O psicanalista Francisco Daudt foi demitido do programa "Encontro com Fátima Bernardes" por ser honesto. Se fosse um desonesto, um mentiroso não teria sido demitido. Em desabafo o médico disse " O fato de eu  não ser endossador do senso comum gerava uma série de reclamações dos telespectadores. Sou um touro indomável, falo o que penso. Não sabia que era um defeito ser sincero, achei que era uma virtude”

Este fato que parece corriqueiro mostra exatamente o que é a Globo: Uma empresa jornalística onde não se tem liberdade de expressão, onde se cultiva a mentira e se esconde a verdade, onde todos são obrigados a dizer o unicamente o que agrada aos patrões, ao modismo.

Mas felizmente ainda existem pessoas honestas como o Dr. Francisco Daudt, que dizem o que pensam, mesmo com sacrifício próprio. Ele é o tipo da pessoa que diz a verdade e incomoda as pessoas.

Hoje está na moda falar de animais, beijar os animais e até dá o cu aos animais. Isto é pura viadagem. Quando se imagina que existem milhões, eu disse milhões, de pessoas passando fome, frio e toda espécie de necessidade. Tratar os animais como se trata hoje é uma bela desculpa para maltratar e até explorar seu semelhante. São pessoas que querem fugir da realidade, camuflar uma violência latente dentro delas, incapazes de oferecer amor a seu semelhante. A relação do homem com os animais vai muito além desta viadagem, deste modismo. É só estudar a história e ver que o homem não viveria sem os animais, que o homem não teria chegado onde chegou sem o auxilio dos animais, mas no entanto, nunca teve a frescura que tem hoje a ponto de querer tratar os animais como gente. Digam-me, manter presos gatos e cachorros como fazem estes “protetores”, não é ir contra a própria natureza dos animais que requerem liberdade para andar, caçar, lutar por sua própria sobrevivência?

Que mais agrada ao animal o receber da mão de um humano um pedaço de carne ou ele mesmo, atendendo sua própria natureza, caçar seus alimentos?

Castrar os animais para que não se reproduzam, “para não sofrerem” está realmente de acordo com a própria natureza?

Se assim é por que os animais não nascem castrados, assexuados?

Repito: Tudo isto é VIADAGEM.

Para os analfabetos quero dizer que viadagem não tem nada a ver com homofobia.

terça-feira, 9 de setembro de 2014

MARINA SEXO ANAL E ORAL


A seita religiosa Assembleia de Deus da candidata Marina Silva é contra o sexo fora do casamento. Tudo bem, é aceitável. Mas, segundo esta seita,  o sexo fora do casamento proibido pela palavra de Deus,(Lv. 18:6ss; At 15:20; Rm 1:29; Ico 5:1; 6:13,18; 7:2; 10:8; 2Co 12:21; Gl 5:19; Ef 5:3; Cl 3:5; ITs 4:3; Hb 13:4; Jd v.7)  é fornicação e prostituição, não pode ser praticado por puro prazer, mas só e unicamente para a procriação e perpetuação da espécie, porque Deus teria estabelecido: "crescei e multiplicai"

Dentro desta lógica os seguidores da Assembleia de Deus aceitam, toleram e permitem o sexo anal e oral, não vai aqui qualquer preconceito,  porque não há perigo da mulher engravidar fora do casamento.

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

DOMMARINA


DOMMARINA GRUPO MUSICAL DE MALACA APRESENTANDO-SE AO PRIMEIRO MINISTRO XANANA GUSMÃO EM TIMOR LESTE 


https://www.facebook.com/video.php?v=10152556054279730&set=vb.325827847565691&type=2&theater

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Demãoemão Deus Carmo: ASCENSÃO DE MARINA

Demãoemão Deus Carmo: ASCENSÃO DE MARINA:           A subida de Marina nas pesquisas indicam realmente um tendência atual na política brasileira, o retorno à direita. Com efeito,...

ASCENSÃO DE MARINA




          A subida de Marina nas pesquisas indicam realmente um tendência atual na política brasileira, o retorno à direita. Com efeito, vários setores da sociedade brasileira nunca se conformou com o fato de um trabalhador,  que ela, sempre preconceituosa e discriminadora, tem como analfabeto ter governado o país, e muito menos que tenha feito seu sucessor na pessoa de Dilma, também discriminada pela direita como comunista, terrorista por ter feito parte de grupo que lutou contra a ditadura. 
          Isto é verdade, tanto que a direita tudo fez para derrubar Lula, e agora faz para derrubar Dilma. Não conseguiu, porque o PT aprendeu com história, que não há como governar um país sem alianças. Foi assim em todos os países e em toda a história da humanidade e, foi por isso que o PT mudou seu discurso e passou a receber apoios de setores mais avançados da direita, ou que estavam descontentes com o grupo que governava o país e conseguiu a vitória para Lula e para Dilma.
          Hoje, entretanto, setores mais retrógrados da direita brasileira viu uma luz no final do túnel. A possibilidade de vitória de Marina. Não é que a direita preconceituosa, racista e discriminadora tenha visto na Marina a salvadora da pátria. É que a direita viu na Marina a possibilidade de volta ao governo. Foi sempre assim. Não seria surpresa se Aécio Neves desistisse da campanha para apoiar Marina, vencendo as eleições logo no primeiro turno.
           Que benefícios teria a direita com eleição de Marina? Todos.  Observem que estão exigindo da Marina compromissos que ela mesmo abjurou no passado, como a adoção dos transgênicos, a independência do Banco Central e tantas outras questões.
            Para se eleger ela vai prometer tudo, eleita ela terá de cumprir as promessas. Se ela cumprir as promessas feitas em campanha ela vai trair a si própria e uma grande camada do eleitorado que via nela a promessa de real mudança na política, tais como o eleitorado da classe média que se sentiu alijado pelo PT, principalmente os funcionários públicos, posto que a direita que lhe vai  dar apoio prega o arrocho salarial, a desoneração fiscal do empresariado,  mudanças na legislação trabalhista para retirar conquistas do trabalhador, além de outras exigências. Seria algo assim, Marina você governa, mas quem manda somos nós.
               Se não cumprir as promessas  que lhe restará? O golpe branco, este instituto novo, criado nos laboratórios políticos americanos, que derruba governos no mundo todo, sob os argumentos mais diversos: comunismo, bolivarianismo, corrupção, falta de transparência, ditadura etc. Foi assim com Collor. Não porque Collor não tenha sido corrupto, mas porque criou um grupo só para ele. Aliás, o próprio STF inocentou Collor dos crimes de corrupção. Foi assim no Paraguai, derrubando-se Lugo, foi assim em Honduras com Manuel Zelaya, sido assim na Bolívia se o povo não se unisse para apoiar Evo Morales e se formos analisar com mais profundidade vamos ver que o julgamento do chamado mensalão foi uma tentativa de golpe de estado que deu errado. Não se trata aqui de defender os envolvidos no mensalão, não é isto. 
             Foi a forma como se julgou o processo do mensalão que caracterizou um autentico golpe de estado, porque o STF negou toda sua jurisprudência, negou as leis processuais e a Constituição Federal para condenar seus envolvidos, sem esquecer que o objetivo maior era alcançar Lula.
                Que se ponha dona Marina de molho, pois se eleita terá duas alternativas: Ser governada pela direita, obedecendo-lhe, ou ser expulsa da presidência com a maior sem cerimônia.
                  E neste caso teremos o retorno ao que há de mais retrógrado na politica.  Não é atoa que os Estados Unidos já estão tentando se aproximar de Marina. Você tem dúvidas. Pague para ver.                  

sábado, 16 de agosto de 2014

A INDEPENDÊNCIA DO TEXAS

      

         Para nós latinos a independência do Texas é de uma importância capital. O Texas pertenceu ao México, se tornou independente como Republica do Texas e somente 10 anos depois se união aos Estados Unidos. Apesar do movimento independentista ser de direita, é benéfico para os latinos por causa da história que o liga aos latinos, sem esquecer que a população latina no Texas é muito grande. A independência do Texas é o caminho natural desde que se observa a queda paulatina do império americano, e, evidente,  sua separação será  benéfica para se avançar no processo de derrubada do império ianque, e acabar de vez com sua hegemonia, porque não é bom para o mundo ter uma potência hegemônica, desequilibrando a convivência das nações.. Sem contar que devemos sempre apoiar qualquer povo que queira separar de uma nação para formar uma outra.

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

PENSAR É BOM



Muito se comenta sobre a situação do Brasil, mas ninguém pára para refletir que  este estado de coisas, esta situação em que se encontra o Brasil não começou há 12 anos atrás:  Que entre os que vaiaram a cidadã Dilma, não havia nenhum com 12 anos de idade: Que não se conhece nenhum assaltante com 12 anos de idade; Que não há nenhum funcionário público ou politico com 12 anos de idade; Que não se conhece nenhum policial com 12 anos de idade. Que não se conhece nenhum estuprador com 12 anos de idade; enfim que tudo de mal que está aí  é o resultado de 488 (500-12) anos de desgoverno ou de governo de poucas famílias que governavam para si e não para a população. e não se conserta 488 anos de pilhagem com 12 anos de trabalho. É mais fácil fazer uma casa do que reformar uma velha. imaginem mexer num carro velho. Você conserta um defeito e aparecem mil outros. pensem bem, pensar é bom.

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

EDUARDO CAMPOS MORRE


Sentimos profundamente a morte de Eduardo Campos, uma grande figura, apesar de ter-se afastado do PT na última hora, caracterizando, desta forma, uma traição ao partido que o ajudou a fazer sua carreira. Com sua morte o PSB e demais partidos coligados  tem o prazo de 10 dias para apresentar novo candidato. Tudo indica, porque é natural, que seja Marina Silva. Se for ela, acreditamos que o PT e seus coligados devam tomar cuidado. Há a possibilidade de se votar em Marina por sentimento de compaixão, isto é comum, no mundo todo. Infelizmente esta é a realidade.

domingo, 3 de agosto de 2014

BURACOS EM RUA DA LIBERDADE


 
Enquanto GRAMPINHO está tirando o asfalto dos bairros da classe média  e alta e ruas principais e colocando novo asfalto para dar a impressão de que está trabalhando, os bairros populares - esta rua é no bairro da liberdade-  vivem a miséria, a lama, a buraqueira, o lixo, e o desprezo. Assim administra o prefeito almofadinha de Salvador/Bahia/Brasil.






sexta-feira, 1 de agosto de 2014

quinta-feira, 24 de julho de 2014

NOITE EM PARIS

Como publicado em 28/10/2005 no Forum SuperGoa.com  (Para efeito de documentação)  In; http://www.supergoa.com/pt/forum/read.asp?c_post=5158

SuperGoa.com
· Página inicial
· Sondagens
· Galeria de Imagens
· Ligações na Internet

Artigos

· Notícias
· Crónicas
· Recortes de Imprensa
· Pesquisar
· Arquivo

Comunidade on-line

· Registe-se!
· Entrada
· Fóruns de discussão

História de Goa

· Dossier Goa 1961
· Cronologia
· Goa Dourada
· Os Bispos de Goa
· Os Governadores de Goa
· São Francisco Xavier
· Fortes de Goa

Agenda cultural

· Calendário
· Nesta semana...
· Pesquisar Eventos
Goa-Trance
· Introdução
· "Goa Gil"
· Agenda
· Fórum de discussão
· Galeria de Imagens
· Ligações na Internet


Palácio do Deão - Quepém, Goa
F Ó R U M
Participação reservada a Membros da Comunidade Fórum: Fórum SuperGoa.comPáginas
Últimas | Pesquisar | Nova Mensagem | Outros Fóruns ] 


Mensagem Noite Em Paris - El Carmo

AutorElcarmo  [membro]     Data: 28/10/2005     Mensagem lida 119 vezes

Noite Em Paris

El Carmo


Fazia um friozinho e chuviscava. Ele
parara em frente ao Eléphant Blanc para esperar passar a
chuva. Eram, talvez, duas horas, ou menos. Outras pessoas ali
se encontravam e esperavam silenciosas a chuva passar. Um
homem baixo, de careca luzidia, meio desdentado e roupas
modestas parou em sua frente e de costas e comentou sobre o
tempo. O tempo é tema das pessoas que querem iniciar uma
conversa e não tem nada para dizer. Mecanicamente respondera
àquele homem convicto de que conversas passageiras não eram
propicias para se fazer amigos e amigos era o que lhe
interessava fazer, pois sabia das dificuldades em fazer
amigos na França e mais ainda o quanto era difícil conserva-
los. Como ser amigo de um clochard, de uma pessoa que não
tinha morada e não se sabia onde procurá-lo nas dificuldades?
Não. Não era um clochard. E se fosse, iria precisar de um
clochard? Sim. Bateu um papo. Era difícil encontrar alguém
para papear. Sua vida transcorria em monólogos. Monólogos que
saiam em sons. Para que abrir a boca? Não havia ouvidos. O
velho percebeu o estrangeiro. Talvez, também ele estrangeiro
em sua terra. Não. Não era um árabe. Il n´etait pas un pied-
noir. Non, il n´etait pas un mexicain, non plus. Il s´agit
d´un brésilien. Du Brésil. Le carnaval de Rio. Disse ser do
sul e talvez entendesse um pouco de português porque sabia
algumas palavras do provençal, la langue d´oc. Orgulho nos
olhos ridentes. Alguma semelhança entre o português e o
provençal? Existe ainda falantes desta língua? Dela sei
apenas que tal qual o francês e o piemontês o u se pronuncia
abrindo-se a boca para dizer u e ao contrário dizer i, saindo
um som semelhante ao ü alemão. Acabo de aprender que bouche
se diz boca como em português, une boca, ou bouco, uno bouco;
Que nuit se escreve nuet, noite, e se pronuncia nué; dia não
é jour mas jorn e se pronuncia dzur, pois o j e g se
pronuncia dz; Ch se diz ts; Paraxítonas las palabras finitas
em un. a e,o, as, es, os.
Saberá que Gabriel
Mistral escrevendo em prouvençau tornou respeitada a língua
occitana. E lerá um dia esta súplica dirigida ao rei René em
1474:

Tres soveyran et tres haut prince,
A la vostra sacrada real majestat, humilment et devota si
expausa, per la part del senhor de Cucuron et de sos homes
del dich luoc, que a lur noticia es vengut que ung jort de la
semana passada alcun appellat Nicolau de V..., mestre dostal
del magnific monsenhor de Saut, ambe un notari del dich
senhor de Saut appellat Gastinel, per comandament (coma
dizian) del dich senhor de Saut, son vengus en terra de
Cucuron en un luoc appellat Gotorras, que solia estre una
bastida (...).

Uma rajada de vento e água. O velho recuou tocando-o.
No sexo. Entendeu tudo. Não era isto que estava procurando.
Tinha estado em alguns bares. Bebera. Não lhe olhavam as
loiras nem as morenas. Em vão. Tímido para a abordagem.
Sòzinho mais difícil a conquista. Não era um pédé. Não. Ele
não disse isto. Queria apenas sucer sa bite. Não, alí na rua,
descaradamente assim? Qu´il n´y avait personne. Tous sont
rentré. L´Elephant Blanc fazia congé, nesta noite. Seus
fregueses foram beber em outra freguesia o grog
reconfortador. Ia voltar a seu quarto. Subiria os sete vãos
de escada do 16 rue d´Assas.
La concierge botaria os olhos para ver quem estava entrando.
Nunca dormem as concierges. Poria um disco na vitrola. Aquela
que lhe presenteara a amante, dedicada esposa do italiano.
Lembraria o dia em que a conhecera ao comprar-lhe amendoim na
avenida Saint Michel. Est-ce que vous jouez de la guitarre?
Por acaso tocava, sim, violão. Claro, dar-lhe aulas de
violão. Talvez não tocasse tão bem, não fosse capaz de tocar-
lhe o concerto de Aranjuez. Saberia, planger as primeiras
notas.

Sim, subiria ao seu quarto. Tomaria um copo de porto.
Esquentar o frio. Deitar-se-ia ouvindo tranquilamente Mozart.
O Divertimento em ré maior, K334 do poeta que em l779 na
velha Salzburg, num rasgo de inspiração compôs para o
deleite da posteridade. Era cedo. O leiteiro inda não passou.
Dormiria um pouco e voltaria à rua. Buscar sua cota de leite
na mercearia. Não era um ladrão. Fazia sua redistribuição da
riqueza. Os francêses entregam o leite nas padarias e
mercearias na madrugada. Como nas residências, deixavam os
pacotes empilhados em frente à porta. Pegava sua parte todas
noites. Era preciso comer. Em seu quarto lhe esperavam a
baguete e a manteiga esta surrupiada no marché a cotê. Não
tremer como lhe dizia seu amigo Luiz. Se tremer o francês vê,
como quase viu no dia em roubaram chocate no mercado. Ser
firme. E viverás. Ser Firme e viverás... El Carmo:


Fazia um friozinho e chuviscava. Ele
parara em frente ao Eléphant Blanc para esperar passar a
chuva. Eram, talvez, duas horas, ou menos. Outras pessoas ali
se encontravam e esperavam silenciosas a chuva passar. Um
homem baixo, de careca luzidia, meio desdentado e roupas
modestas parou em sua frente e de costas e comentou sobre o
tempo. O tempo é tema das pessoas que querem iniciar uma
conversa e não tem nada para dizer. Mecanicamente respondera
àquele homem convicto de que conversas passageiras não eram
propicias para se fazer amigos e amigos era o que lhe
interessava fazer, pois sabia das dificuldades em fazer
amigos na França e mais ainda o quanto era difícil conserva-
los. Como ser amigo de um clochard, de uma pessoa que não
tinha morada e não se sabia onde procurá-lo nas dificuldades?
Não. Não era um clochard. E se fosse, iria precisar de um
clochard? Sim. Bateu um papo. Era difícil encontrar alguém
para papear. Sua vida transcorria em monólogos. Monólogos que
saiam em sons. Para que abrir a boca? Não havia ouvidos. O
velho percebeu o estrangeiro. Talvez, também ele estrangeiro
em sua terra. Não. Não era um árabe. Il n´etait pas un pied-
noir. Non, il n´etait pas un mexicain, non plus. Il s´agit
d´un brésilien. Du Brésil. Le carnaval de Rio. Disse ser do
sul e talvez entendesse um pouco de português porque sabia
algumas palavras do provençal, la langue d´oc. Orgulho nos
olhos ridentes. Alguma semelhança entre o português e o
provençal? Existe ainda falantes desta língua? Dela sei
apenas que tal qual o francês e o piemontês o u se pronuncia
abrindo-se a boca para dizer u e ao contrário dizer i, saindo
um som semelhante ao ü alemão. Acabo de aprender que bouche
se diz boca como em português, une boca, ou bouco, uno bouco;
Que nuit se escreve nuet, noite, e se pronuncia nué; dia não
é jour mas jorn e se pronuncia dzur, pois o j e g se
pronuncia dz; Ch se diz ts; Paraxítonas las palabras finitas
em un. a e,o, as, es, os.
Saberá que Gabriel
Mistral escrevendo em prouvençau tornou respeitada a língua
occitana. E lerá um dia esta súplica dirigida ao rei René em
1474:

Tres soveyran et tres haut prince,
A la vostra sacrada real majestat, humilment et devota si
expausa, per la part del senhor de Cucuron et de sos homes
del dich luoc, que a lur noticia es vengut que ung jort de la
semana passada alcun appellat Nicolau de V..., mestre dostal
del magnific monsenhor de Saut, ambe un notari del dich
senhor de Saut appellat Gastinel, per comandament (coma
dizian) del dich senhor de Saut, son vengus en terra de
Cucuron en un luoc appellat Gotorras, que solia estre una
bastida (...).

Uma rajada de vento e água. O velho recuou tocando-o.
No sexo. Entendeu tudo. Não era isto que estava procurando.
Tinha estado em alguns bares. Bebera. Não lhe olhavam as
loiras nem as morenas. Em vão. Tímido para a abordagem.
Sòzinho mais difícil a conquista. Não era um pédé. Não. Ele
não disse isto. Queria apenas sucer sa bite. Não, alí na rua,
descaradamente assim? Qu´il n´y avait personne. Tous sont
rentré. L´Elephant Blanc fazia congé, nesta noite. Seus
fregueses foram beber em outra freguesia o grog
reconfortador. Ia voltar a seu quarto. Subiria os sete vãos
de escada do 16 rue d´Assas.
La concierge botaria os olhos para ver quem estava entrando.
Nunca dormem as concierges. Poria um disco na vitrola. Aquela
que lhe presenteara a amante, dedicada esposa do italiano.
Lembraria o dia em que a conhecera ao comprar-lhe amendoim na
avenida Saint Michel. Est-ce que vous jouez de la guitarre?
Por acaso tocava, sim, violão. Claro, dar-lhe aulas de
violão. Talvez não tocasse tão bem, não fosse capaz de tocar-
lhe o concerto de Aranjuez. Saberia, planger as primeiras
notas.

Sim, subiria ao seu quarto. Tomaria um copo de porto.
Esquentar o frio. Deitar-se-ia ouvindo tranquilamente Mozart.
O Divertimento em ré maior, K334 do poeta que em l779 na
velha Salzburg, num rasgo de inspiração compôs para o
deleite da posteridade. Era cedo. O leiteiro inda não passou.
Dormiria um pouco e voltaria à rua. Buscar sua cota de leite
na mercearia. Não era um ladrão. Fazia sua redistribuição da
riqueza. Os francêses entregam o leite nas padarias e
mercearias na madrugada. Como nas residências, deixavam os
pacotes empilhados em frente à porta. Pegava sua parte todas
noites. Era preciso comer. Em seu quarto lhe esperavam a
baguete e a manteiga esta surrupiada no marché a cotê. Não
tremer como lhe dizia seu amigo Luiz. Se tremer o francês vê,
como quase viu no dia em roubaram chocate no mercado. Ser
firme. E viverás. Ser Firme e viverás... El Carmo:


Fazia um friozinho e chuviscava. Ele
parara em frente ao Eléphant Blanc para esperar passar a
chuva. Eram, talvez, duas horas, ou menos. Outras pessoas ali
se encontravam e esperavam silenciosas a chuva passar. Um
homem baixo, de careca luzidia, meio desdentado e roupas
modestas parou em sua frente e de costas e comentou sobre o
tempo. O tempo é tema das pessoas que querem iniciar uma
conversa e não tem nada para dizer. Mecanicamente respondera
àquele homem convicto de que conversas passageiras não eram
propicias para se fazer amigos e amigos era o que lhe
interessava fazer, pois sabia das dificuldades em fazer
amigos na França e mais ainda o quanto era difícil conserva-
los. Como ser amigo de um clochard, de uma pessoa que não
tinha morada e não se sabia onde procurá-lo nas dificuldades?
Não. Não era um clochard. E se fosse, iria precisar de um
clochard? Sim. Bateu um papo. Era difícil encontrar alguém
para papear. Sua vida transcorria em monólogos. Monólogos que
saiam em sons. Para que abrir a boca? Não havia ouvidos. O
velho percebeu o estrangeiro. Talvez, também ele estrangeiro
em sua terra. Não. Não era um árabe. Il n´etait pas un pied-
noir. Non, il n´etait pas un mexicain, non plus. Il s´agit
d´un brésilien. Du Brésil. Le carnaval de Rio. Disse ser do
sul e talvez entendesse um pouco de português porque sabia
algumas palavras do provençal, la langue d´oc. Orgulho nos
olhos ridentes. Alguma semelhança entre o português e o
provençal? Existe ainda falantes desta língua? Dela sei
apenas que tal qual o francês e o piemontês o u se pronuncia
abrindo-se a boca para dizer u e ao contrário dizer i, saindo
um som semelhante ao ü alemão. Acabo de aprender que bouche
se diz boca como em português, une boca, ou bouco, uno bouco;
Que nuit se escreve nuet, noite, e se pronuncia nué; dia não
é jour mas jorn e se pronuncia dzur, pois o j e g se
pronuncia dz; Ch se diz ts; Paraxítonas las palabras finitas
em un. a e,o, as, es, os.
Saberá que Gabriel
Mistral escrevendo em prouvençau tornou respeitada a língua
occitana. E lerá um dia esta súplica dirigida ao rei René em
1474:

Tres soveyran et tres haut prince,
A la vostra sacrada real majestat, humilment et devota si
expausa, per la part del senhor de Cucuron et de sos homes
del dich luoc, que a lur noticia es vengut que ung jort de la
semana passada alcun appellat Nicolau de V..., mestre dostal
del magnific monsenhor de Saut, ambe un notari del dich
senhor de Saut appellat Gastinel, per comandament (coma
dizian) del dich senhor de Saut, son vengus en terra de
Cucuron en un luoc appellat Gotorras, que solia estre una
bastida (...).

Uma rajada de vento e água. O velho recuou tocando-o.
No sexo. Entendeu tudo. Não era isto que estava procurando.
Tinha estado em alguns bares. Bebera. Não lhe olhavam as
loiras nem as morenas. Em vão. Tímido para a abordagem.
Sòzinho mais difícil a conquista. Não era um pédé. Não. Ele
não disse isto. Queria apenas sucer sa bite. Não, alí na rua,
descaradamente assim? Qu´il n´y avait personne. Tous sont
rentré. L´Elephant Blanc fazia congé, nesta noite. Seus
fregueses foram beber em outra freguesia o grog
reconfortador. Ia voltar a seu quarto. Subiria os sete vãos
de escada do 16 rue d´Assas.
La concierge botaria os olhos para ver quem estava entrando.
Nunca dormem as concierges. Poria um disco na vitrola. Aquela
que lhe presenteara a amante, dedicada esposa do italiano.
Lembraria o dia em que a conhecera ao comprar-lhe amendoim na
avenida Saint Michel. Est-ce que vous jouez de la guitarre?
Por acaso tocava, sim, violão. Claro, dar-lhe aulas de
violão. Talvez não tocasse tão bem, não fosse capaz de tocar-
lhe o concerto de Aranjuez. Saberia, planger as primeiras
notas.

Sim, subiria ao seu quarto. Tomaria um copo de porto.
Esquentar o frio. Deitar-se-ia ouvindo tranquilamente Mozart.
O Divertimento em ré maior, K334 do poeta que em l779 na
velha Salzburg, num rasgo de inspiração compôs para o
deleite da posteridade. Era cedo. O leiteiro inda não passou.
Dormiria um pouco e voltaria à rua. Buscar sua cota de leite
na mercearia. Não era um ladrão. Fazia sua redistribuição da
riqueza. Os francêses entregam o leite nas padarias e
mercearias na madrugada. Como nas residências, deixavam os
pacotes empilhados em frente à porta. Pegava sua parte todas
noites. Era preciso comer. Em seu quarto lhe esperavam a
baguete e a manteiga esta surrupiada no marché a cotê. Não
tremer como lhe dizia seu amigo Luiz. Se tremer o francês vê,
como quase viu no dia em roubaram chocate no mercado. Ser
firme. E viverás. Ser Firme e viverás... El Carmo 

quinta-feira, 10 de julho de 2014

VIVA A REPUBLIC OF TEXAS





Meet the Republic

Republic of Texas

Rally

July 12, 2014

9am – 5pm

Fredericksburg, Texas



Downtown at Marketplatz park

$10 per person

For more information or tickets call (830) 998 4381



terça-feira, 8 de julho de 2014

Demãoemão Deus Carmo: O PSDB/DEM/PIG COMPRARAM A SELEÇÃO

Demãoemão Deus Carmo: O PSDB/DEM/PIG COMPRARAM A SELEÇÃO: Sempre achei que se o Brasil perdesse seria culpa da mídia laudatória e ao mesmo tempo fazendo pressão sobre os jogadores. Agora esto...

O PSDB/DEM/PIG COMPRARAM A SELEÇÃO



Sempre achei que se o Brasil perdesse seria culpa da mídia laudatória e ao mesmo tempo fazendo pressão sobre os jogadores.

Agora estou achando que o PSDB/DEM/PIG  compraram a seleção para usar como propaganda política e ganhar as eleições.

Aliás, eles mesmo vinham alardeando que o Brasil não seria hexa. Eles já tinham certeza disto. 

Esta é a maior prova da traição do PSDB/DEM/PIG ao povo brasileiro.

Depois desta, há gente que tem coragem de votar no PSDB/DEM/PIG?

segunda-feira, 7 de julho de 2014

NEYMAR E A ENFERMEIRA



A enfermeira que filmou Neymar no hospital São Carlos em  Fortaleza, será demitida? Coitada da pobre Cinthia, desempregada porque filmou o namoradinho de patricinhas e mauricinhos.

Tadinho do Neymarzinho foi filmado chorando com tanta dor, que mulher mais desumana?

Desemprego é pouco. Cadeia nela. Cadeia é pouco. Cadeira elétrica. Não cadeira elétrica é morte súbita. Forca, a forca é mais lenta. Não a forca ainda é rápida. Morte lenta, a canivete, cada brasileiro dá uma canivetada. Vai ser uma orgia geral. Um orgasmo universal. Abaixo o trabalho viva a putaria.


terça-feira, 1 de julho de 2014

Demãoemão Deus Carmo: A ELIMINAÇÃO DA COSTA DO MARFIM




Demãoemão Deus Carmo: A ELIMINAÇÃO DA COSTA DO MARFIM: Yaya Touré, estrela da seleção da Costa do Marfim, em entrevista  à France Football, reclama, com razão, da atuação do árbitro no jogo ent...

A ELIMINAÇÃO DA COSTA DO MARFIM








Yaya Touré, estrela da seleção da Costa do Marfim, em entrevista  à France Football, reclama, com razão, da atuação do árbitro no jogo entre sua seleção e Grécia, que marcou pênalti inexistente nos últimos momentos do  jogo, aos 47 minutos que deu  a vitória por 2 a 1 para a Grécia.
"Eu desesperadamente queria que o árbitro tivesse advertido a simulação de Samaras. Mais uma vez o árbitro não estava do nosso lado", disse Touré, acrescentando ainda: "Nós tivemos pelo menos dois pênaltis não marcados durante nossa partida contra o Japão. E desta vez (contra a Grécia), um pênalti foi inventado para a Grécia."
Sobre a repercussão na mídia se desabafou: "Claro que isso não chateia ninguém, porque só mexe com um time africano. Quem realmente liga para as injustiças contra uma seleção da África? Esse erro nos privou de algo enorme. Foi um escândalo e que parece que não incomodou muita gente".
A Costa do Marfim dependia apenas do empate para se classificar.

Tens toda razão Yaya Touré. Quem não sabe que a FIFA é uma máfia comandada por ladrões e corruptos. Utilizam-se do futebol, paixão de muitos,  para se enriquecer ilicitamente, e proporcionar rios de dinheiro aos donos dos meios de produção, empresários que pagam salário de fome a quem lhes ajudar a ganhar dinheiro? 

domingo, 29 de junho de 2014

Demãoemão Deus Carmo: AS VAIAS AO HINO DO CHILE.

Demãoemão Deus Carmo: AS VAIAS AO HINO DO CHILE.: Não há povo nos estádios, mas uma classe  média endinheirada, tanto que a gente vê mais negros no campo do que nas arquibancadas. Logo n...

AS VAIAS AO HINO DO CHILE.



Não há povo nos estádios, mas uma classe  média endinheirada, tanto que a gente vê mais negros no campo do que nas arquibancadas. Logo não foi o povo brasileiro, o povo que a classe média chama, com discriminação e racismo de "brown", não foi  o trabalhador que a classe média e os donos dos meios de produção pagam salário de fome, no foram os favelados que têm suas casas queimadas pelos especuladores imobiliários, não foram os Sem-Tetos que classe média torce a cara  quando de suas manifestações, não foram os Sem-Terras duplamente discriminados por serem pobres ou negros e tabaréus, emfim, o mundo sabe que isto não partiu do povo brasileiro, mas de uma elite puxa-saco do estrangeiro, que imita o falar americano, mesmo que sejam altamente discriminados quando lá chegam. Viva o povo brasileiro. 

Demãoemão Deus Carmo: A DEFESA DE SUÁREZ

Demãoemão Deus Carmo: A DEFESA DE SUÁREZ: É incrível como as pessoas se tornaram insensíveis, nazi-fascistas. Explico: O nazi-fascismo não admite divergência. O nazi-fascista ...

A DEFESA DE SUÁREZ




É incrível como as pessoas se tornaram insensíveis, nazi-fascistas. Explico: O nazi-fascismo não admite divergência. O nazi-fascista é de tolerância zero. Não admite, de hipótese alguma qualquer tipo de defesa. Para ele o direito de defesa não existe, só sua vontade é soberana.  O direito de defesa é tão natural que até os animais o tem. Assim, cada animal tem uma forma de defesa. Por isto, que todo ser humano tem direito à defesa, Por isto que o acusado de qualquer falta não obrigação de confessar sua falta, e até, o direito de mentir, porque as leis de todo e qualquer país de Estado Democrático de Direito dizem que é ninguém é obrigado a fazer prova contra si mesmo. E no nosso caso, a própria constituição garante a ampla defesa e o contraditório. Fazer o contrário é nazi-fascismo. Será que muita gente aqui gostaria de ter seu direito à defesa suprimido? No do outros é refresco.

Demãoemão Deus Carmo: VAMOS FALAR DE FUTEBOL

Demãoemão Deus Carmo: VAMOS FALAR DE FUTEBOL: Muito boa a análise do  professor Humberto Miranda publicado no blogue de Juca Kfouri. Ontem, quando estávamos nos pênaltes (assim mesmo))...

VAMOS FALAR DE FUTEBOL



Muito boa a análise do  professor Humberto Miranda publicado no blogue de Juca Kfouri. Ontem, quando estávamos nos pênaltes (assim mesmo)) escrevi  que se o Brasil perdesse o jogo a culpa seria da uma mídia laudatória praticada por pessoas que se dizem jornalistas e especialistas, mas que ao contrário de  incentivar o jogo, incentivam os jogadores a buscar, de qualquer jeito, a vitória, uma das razões do nervosismo, das jogadas desonestas como o pênalte cavado na frente de milhões de espectadores pelo Fred, a cotovelada do "ídolo" Neymar e outros pecadilhos para vencer de qualquer forma.

sábado, 28 de junho de 2014

A MORTE POR RECOMPENSA.




Porquê nativos americanos luta e morre pelo mesmo exército que exterminou seus antepassados.



COPA DO MUNDO



Se o Brasil perder esta partida contra o Chile a culpa será toda da imprensa laudatória.

sexta-feira, 6 de junho de 2014

SOBRE MARIA GLADYS


É realmente dolorosa sua situação. Claro que ela teve culpa em chegar a esta situação. Isto prova o quanto é ingrato o ser humano. Quem deveria estar agora, ajudando esta mulher era os amigos e os "amigos" que frequentavam suas festas. Mas se nem os filhos querem-na ajudar?  Em todo caso, será magnânimo quem depositar algum dinheiro em sua conta. Isto serve para nos alertar dos "amigos" que temos. Sêneca, antes de Cristo, já nos falava disto. Ela não é a primeira pessoa que conheço neste canto da vida. Saber viver é exatamente isto: Se mirar nos erros e fracassos próprios e os dos outros para não voltar a cometê-los. Por isto, por ela ter dado,  involuntariamente esta lição, merece ajuda. a vida um artista não é este mar de rosas que o público imagina. É a mais dificil das carreiras, porque ele fica à mercê de outras pessoas, empresários, mídia, e de invejosos. São inúmeros artistas que estão em dificuldades hoje no mundo. Um ato de generosidade nos faz bem. Não é esmola. É compreender o ser humano. Um ser complexo e por isto dificil de compreendê-lo. 









Foto da Publicação de Marco Aurelio Marcondes no Face.

sábado, 19 de abril de 2014

A NOSSA PARTE


Nós não sabemos, porque não estudamos, somos preguiçosos, separar as coisas. Num Estado Democrático de Direito. isto numa real democracia, todos os poderes funcionam em harmonia. O legislativo faz as leis, o executivo administra, e o judiciário julga e faz cumprir as leis. Nosso povo, que não estuda, que vive como porco, comendo e cagando, quer que os poderes funcionem, mas ninguém faz a sua parte para que isto aconteça. Todos falam em impunidade atribuem sua existência ao executivo. Por ignorância ou covardia ninguém diz que a impunidade existe porque o poder judiciário não trabalha, não julga os processos para botar os criminosos na cadeia, não julgam os processos para decidir e dar direito a quem realmente tem direito. Nós somos tão covardes que quandoalguém precisa de uma testemunha para testemunhar a seu favor nós simplesmente nos negamos. Como podemos exigir que a lei se cumpra se nós nos engamos a cooperar? Quantos marginais a gente conhece e não denuncia? É muito confortável para nós, sair por aí acusando a um e a outro, mas não hora de se fazer justiça a gente por medo tira o nosso da reta. Por isso é necessário que paremos para refletir. O que realmente eu faço para que a democracia se instale? o que realmente eu faço para que cesse a impunidade? Quantas vezes nos recusamos a testemunhar um fato, permitindo que as injustiças imperem? Quanta vezes a gente não se negou a testemunhar um simples acidente de transito? É preciso que haja alguém para chamar a gente à reflexão. Todos grandes pensadores são unanimes em dizer que toda e qualquer mudança depende da participação individual de cada um não da vontade de uma só pessoa ou um grupo de pessoas. Paremos para refletir